Resenha Livro: 5ª Onda

Olá gente, tudo bem com vocês?

Faz tempo que não faço resenhas de livro aqui, mas é que tinha parado de ler. Porém, voltei e voltei com força total. Já li 2 livros e to no meio do 3° porque amo ler (as vezes é por isso que esqueço de vim falar com vocês).

Acontece uma coisa comigo que gostaria de compartilhar e saber se acontece o mesmo com os amantes da leitura. Se o livro está meio chatinho eu costumo paralisar e não sigo em frente e não leio outro, até que me forço e leio até o final para eu poder ler os outros. kkkkkk (Tenho TOC com leituras, Coisa de doida). Então, o livro que estava meio chatinho até o meio e depois ficou super foda e li sem parar foi a 5ª onda. Na verdade, vi primeiro o filme e simplesmente amei e fiquei doida para comprar os livros.

Sinopse: Depois da 1ª onda, só restou a escuridão. Depois da 2ª onda somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da 3ª onda somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da 4ª onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora a 5ª onda está começando…
5-onda

 

Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva-Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão?

Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança e o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!

 

Um livro de ficção científica que aborda um tema que adoro: Os alienígenas. E quando eles chegam só pode significar um coisa: O fim do mundo. Então, o livro vai nos contar a história dessa adolescente que perde a família e ao mesmo tempo a confiança nas pessoas. Ela encontra Evan Walkier que ajuda ela, mas tem um mistério no ar que ela não compreende.

Escrito na 1ª pessoa começando com Cassie, mas passando pela visão dos principais personagens. Te dando uma noção do que acontece aqui e ali.

No início não gostei muito. Não sei se é porque tinha visto o filme e perdi o interesse por saber o que ia acontecer. Ou pelo fato de que fiquei esperando mais pelo romance e não estava muito interessada na guerra em si. (Uma romântica nata) Eu só queria saber do Evan com Cassie e essa hora nunca chegava. kkkkkkk O problema também pode ser que quando narrado assim em várias pessoas, às vezes,  você está na parte boa de um vai para o outro e ai dá desanimo. Mas assim, do meio do livro para frente eu li rapidinho. Deu uma guinada boa. Tem livros que é assim. Simplesmente custa a pegar no tranco. Ai quando você colocar 3ª marcha vai pulando para a 5ª e quando você vê chegou lá. kkkkkkkkk

  • … – Você quer se comparar a um inseto, Cassie? Se você fosse um inseto, então seria uma efemérida. Vai ficar aqui por um dia, e depois vai morrer. Isso não tem nada a ver com os Outros. Sempre foi assim. Estamos aqui e, então, vamos embora.E não tem nada a ver com o tempo que permanecemos aqui, mas o que fazemos com ele… pág. 148.(Evan)

Uma luta fora e dentro de si mesmo. Isso acontece com todos os personagens. Eles querem desistir, mas o lado humano quer sobreviver, então só resta a luta. Gostei do livro por causa disso. Você em uma guerra todas as coisas materiais não tem mais significado.Só resta se apegar um ao outro e lutar contra os inimigos. E é isso que Cassie e Ben faz. O tempo todo o livro mostra os lados de cada um para se encontrarem no final. E os dois vivem essas situações que põe a prova sua capacidade de aturar as coisas.

  • ..Eu estava enganado sobre a morte de Ben Parish no dia em que deixei a ala de convalescentes. Venho carregando o seu cadáver malcheiroso dentro de mim durante todo esse tempo. Agora, o que resta dele é queimado, enquanto olho para a figura solitária que acendeu esse fogo. O homem que me mostrou o campo de batalha. Que me esvaziou para que eu pudesse ser novamente preenchido. Que me matou para que eu pudesse viver. Juro que posso vê-lo olhando para mim com seus olhos azuis e gélidos que enxergam até o fundo de minha alma. E eu sei o que ele está pensando. “Somos um, você e eu. Irmãos no ódio, irmãos na astúcia, irmãos no espírito de vingança..”pág.214(Ben)

No fim da contas eu amei e já vou começar a ler o segundo. Quero saber com que Cassie vai ficar. kkkkkkkkk E a batalha com os Outros também continua.

Já leram esse livro? Se sim deixe nos comentários o que achou e se não pode começar a ler que no fim das contas vale a pena.

XOXO

 

Deixe uma resposta